Rev. Luis Roberto Navarro Avellar

E vós, pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor. (Efésios 6.4)

Estamos chegando próximo ao Natal. Muitos pais já decidiram o que irão dar de presente para seus filhos. É possível que alguns pais cheguem a comprometer seu orçamento para poderem presentear o filho com presentes caros. Mas, afinal de contas, do que nossos filhos realmente precisam?

Os filhos precisam mais da presença dos pais do que dos presentes dos pais.
A presença dos pais sempre se fez necessária na educação dos filhos. E, hoje, o que se vê de forma geral são crianças carentes, que estão perdidas entre a internet, TV e videogames.

“A pediatra Melissa Wake, da Austrália, realizou uma pesquisa com quase 5 mil crianças entre 4 e 5 anos. Ela descobriu que a incidência de sobrepeso e obesidade na garotada em idade pré-escolar tem relação direta com a negligência dos papais. Médicos e psicólogos dedicados ao estudo da psicossomática – área que tenta desvendar a interação entre a saúde psíquica e os problemas físicos – acreditam que os resultados da pesquisa australiana são uma prova contundente de que a figura paterna é importantíssima no desenvolvimento infantil… O que é um pai ausente? Não, não é aquele que se separou e, por isso, não vê os filhos todos os dias. Trata-se da figura paterna que pouco ou nada contribui para a formação e a educação dos filhos, independentemente do fato de morar ou não na mesma casa”. (Artigo de André Santoro – Revista MdeMulher).

Nós temos na Bíblia muitos exemplos de pais que falharam e as consequências dessas falhas nas vidas dos seus filhos. O sacerdote Eli foi um pai negligente, não corrigiu seus filhos no tempo certo, as consequências foram sérias (ver I Samuel capítulos 2 a 13). O rei Davi foi um pai ausente, falhou gravemente como pai e sofreu consequências terríveis (ver II Samuel capítulos 13 a 18).

Os filhos precisam da presença dos pais, presença amorosa, afetuosa, carinhosa, protetora, ensinadora, disciplinadora. Para isso, nós pais precisamos dedicar mais tempo para nossos filhos, tempo com qualidade.
Pais, dêem aos seus filhos esse presente, não só no natal, mas durante todo o ano.
___________
Texto publicado no boletim da Igreja Presbiteriana de Jundiaí de 15/12/2013.

IP Jundiai

CategoryArtigos, Familias