Estamos em festa. Amanhã, 29/07, a IPJ completará 68 anos de organização. Nosso propósito, como dito na mensagem do boletim passado, é sermos uma igreja bíblica, uma igreja fiel ao Senhor. Richard Bacon, no XV Simpósio Reformado Os Puritanos, falou sobre os princípios que devem ser buscados ao procurar uma igreja fiel:

1) Uma igreja na qual as Sagradas Escrituras e a verdade inteira é estimada em grande valor. Uma igreja que já está edificada sobre o fundamento que Deus já pôs em Jesus Cristo.

Na IPJ, temos priorizado o ensino das Escrituras através da pregação expositiva sequencial da Palavra. Em nossa Escola Bíblica Dominical, assim como nos Pequenos Grupos e Estudos Bíblicos, quando utilizamos livros ou revistas de apoio, selecionamos com rigor o material, de maneira que tenhamos um ensino com base bíblica, doutrinária.

Praticamos o Aconselhamento Bíblico, crendo na Suficiência da Escrituras. Entendendo que na Bíblia temos todas as respostas que precisamos para uma vida que glorifica ao Senhor. (Sl 19: 7-9; 1 Tm 3:16-17)

2) Uma   igreja   na   qual   os   líderes   possuem   as qualificações  espirituais  para  o ofício, conforme 1 Timóteo 3  e Tito 1.

Em nossa EBD, temos a Classe de Casais que tem como um de seus propósitos capacitar os homens para liderança correta no lar.

Temos também a Classe de Doutrinas que visa à capacitação doutrinária dos líderes e membros.

3) O culto desta igreja está centrado em Deus, e não no homem. O culto é desenhado conforme a Palavra de Deus, para glorificar a Deus, e não projetado para agradar o homem. Por esse motivo, na IPJ os hinos e cânticos entoados são cuidadosamente selecionados.

4) Uma igreja cuida das viúvas e dos órfãos. A verdadeira religião pura é expressa no cuidado dos órfãos e da viúvas (Tg. 1:27).

5) Não somente cuidar dos órfãos e das viúvas dessa geração, mas também cuidar da geração vindoura: as crianças. A liderança da igreja deve prezar pelo ensino, catequização das crianças.

6) Deve  haver uma  ênfase sobre  a  família  e  sobre  o discipulado. Os homens devem ser capacitados para pastorearem suas próprias famílias. Como marido e pai, o homem deve estar preparado para liderar seu lar para a glória de Deus.

7) Uma igreja que leve a sério a disciplina eclesiástica. Uma igreja disposta a identificar o pecado, e disposta a reprovar o pecado até os limites de sua autoridade como igreja.

Não podemos dizer que temos conseguido desempenhar perfeitamente todas as características acima, mas temos buscado ser uma igreja fiel, com a graça do Senhor e para a glória dEle.

Por: Rev. Luís Roberto

Escreve um comentário

*

Your email address will not be published.