1) Nós não vamos morrer, sem que Deus, na sua graça, assim determine aos seus filhos. Tg 4.14-15: “Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo.”; Mt 10.29-31: “Não se vendem dois passarinhos por uma pequena moeda? Mas nenhum deles cairá no chão se não for da vontade de vosso Pai. E até mesmo os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Portanto, não temais; valeis mais do que muitos passarinhos.”; (Veja Dt 32.39; Jó 1.21;1Sm 2.6; 2 Rs 5.7).

2) Maldições e adivinhações não podem prevalecer contra o povo de Deus. Nm 23.23: “Não há encantamento contra Jacó, nem adivinhação contra Israel. Agora dirão sobre Jacó e Israel: Que coisas Deus tem feito!”

3) Os planos dos terroristas e das nações hostis não terão êxito, fora da vontade de nosso gracioso Deus. Sl 33.10: “O SENHOR frustra os planos das nações, anula os intuitos dos povos.” (Veja Is 8.9,10; 2Sm 7.14; Ne 4.15).

4) O homem não pode nos fazer nenhum mal além do que permite a graciosa vontade de Deus para conosco. Sl 118.6: “O SENHOR está comigo, não terei medo. O que me pode fazer o homem?”.   

5) Deus promete proteger os que pertencem a ele de tudo que, no fim das contas, não traga o bem para eles. Sl 91.14: “Porque tanto me amou, eu o livrarei; eu o colocarei a salvo, pois conhece o meu nome.”

6) Deus promete nos dar tudo o que necessitamos para obedecê-lo, apreciá-lo e honrá-lo  para  sempre.  Mt 6.31: “Portanto,

não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Com que nos vestiremos?… vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso. Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas.” (Fp 4.19; Sl 121.4).

7) Deus estará conosco e nos sustentará em meio às dificuldades. Is 41.10: “Não temas, porque estou contigo; não te assustes, porque sou o teu Deus; eu te fortaleço, ajudo e sustento com a minha mão direita fiel.”(Veja Is 41.13)

8) Nada recai sobre os que pertencem a Deus, a não ser na hora devida. Jo 7.30: “E eles procuravam prendê-lo; mas ninguém lhe pôs as mãos, pois a sua hora ainda não havia chegado.”

9) Quando o Deus Todo-Poderoso é quem o ajuda, ninguém poderá lhe fazer mal além daquilo que ele permitir. Hb 13.6: “Desse modo, com plena confiança, digamos: O Senhor é quem me ajuda, não temerei. Que poderá me fazer o homem?” (Veja Rm 8.31).

10) A fidelidade de Deus é baseada no valor inabalável do seu nome, e não na inconstante medida da nossa obediência. 1Sm 12.20-22: “Então Samuel disse ao povo: Não temais. Vós cometestes todo este mal… pois o SENHOR não desamparará o seu povo, por amor ao seu grande nome.”

11) O Senhor, nosso protetor, é grandioso e temível.  Ne 4.14: “Não os temais! Lembrai-vos do Senhor, grande e temível”.

(Extraído de: www.desiringgod.org) I John Piper

 

CategoriaArtigos, Pastoral
Escrever comentário:

*

Seu endereço de email não será publicado.

© 2019 Igreja Presbiteriana de Jundiaí.Feito por: Loro Comunicação

Siga-nos:     
remove_action( 'admin_head', 'jordy_meow_flattr', 1 );