Tema do retiro de jovens e adolescentes da nossa igreja que aconteceu nesse último feriado…

Esse foi o tema do retiro de jovens e adolescentes da nossa igreja que aconteceu nesse último feriado. A verdade é que quem domina o seu coração será um deus na sua vida, e se não for o Deus único e verdadeiro, então será um ídolo. Embora a noção de idolatria esteja associada a criação e adoração de imagens, as Escrituras descrevem a idolatria como um problema do coração do homem. Todo ser humano é um adorador. A questão fundamental é: A quem ele adora? Em quem ele busca seu prazer?

Um ídolo é alguma coisa ou pessoa, qualquer coisa ou pessoa, do qual dependemos para uma vida feliz, realizada ou segura. É alguma coisa além do próprio Deus que abrigamos no coração (Lc 12.29); É uma preocupação, um interesse que domina, ou ainda um desejo que começa ou pode começar legítimo e passa a ser uma exigência ou algo necessário (1 Cor 6.12); É algo que passa a nos motivar (At 5.1,2); Aquilo que confiamos tememos ou servimos (Lc 12.4,5); Alguma coisa que nós amamos e perseguimos em lugar de amar e ansiar por Deus. (Fp 3.19).

Conforme R. Keyes: “Toda sorte de coisas são ídolos em potencial, dependendo somente, das nossas atitudes e ações concernentes a elas… Um ídolo pode ser um objeto físico, uma propriedade, uma pessoa, uma atividade, uma posição, uma instituição, uma esperança, uma imagem, uma ideia, um prazer, um herói, qualquer coisa que possa substituir Deus”. O Senhor Jesus, ao ser questionado por um escriba acerca de qual era o principal dos mandamentos, respondeu: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.

Este é o grande e primeiro mandamento.” (Mt 22.37-38). Você quer saber se possuí algum ídolo no coração? Pergunte a si mesmo: Será que amo a Deus com tudo o que sou, ou haverá outros amores em meu coração que exigem minha atenção? Será que adoro outros deuses, ou Deus é sempre, em todas as situações, o Senhor supremo que recebe minha paixão e devoção exclusivas? Lembremo-nos de 1 João 5.21: “Filhinhos, guardai-vos dos ídolos.”

Um ídolo é alguma outra coisa, que não Deus, na qual empregamos nosso coração, que nos motiva, que nos controla ou governa, ou a qual servimos. Algumas perguntas para identificar quem domina o seu coração: O que mais você quer e teme perder? Que prazer você quer tanto ter que está disposto a pecar a fim de obtê-lo? Com o que estou preocupado? No que, ou em quem eu deposito minha confiança? Você já identificou quem domina o seu coração? Creio que devemos orar como Davi: “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno.” (Sl 139. 23-24).

CategoriaArtigos

© 2017 Igreja Presbiteriana de Jundiaí.Feito por: Loro Comunicação

Siga-nos: