Rev. Luis Roberto Navarro Avellar

“Nada há melhor para o homem do que comer, beber e fazer que a sua alma goze o bem do seu trabalho. No entanto, vi também que isto vem da mão de Deus, pois, separado deste, quem pode comer ou quem pode alegrar-se?” (Eclesiastes 2.24-25)

Estamos às vésperas do final de 2014 e o início de 2015. Dentro de alguns dias estaremos desejando um feliz ano novo.

A pergunta que muitos tem feito é: Será que teremos um feliz ano novo? Para encontrar resposta para essa pergunta, várias outras tem sido feitas: Será que a economia do Brasil e do mundo irá melhorar? Será que choverá o suficiente para encher os reservatórios de água que abastecem nosso Estado? Será que nossos filhos terão um bom rendimento escolar? Será que teremos saúde? Será que… Será que… Será que…

Conquanto seja desejo de todos que tenhamos uma boa condição social-econômica, não podemos nos esquecer de que a felicidade vai além disso.

No texto bíblico acima, lemos o seguinte questionamento: Separado de Deus, quem pode alegrar-se? (Ec 2.25). É preciso destacar que fora de Deus não há felicidade.

Nossa esperança, para um feliz 2015, não pode estar no governo, na economia, nem mesmo em nós mesmos. Nossa esperança precisa estar no Senhor. O salmista sabia muito bem disso, pois escreveu: “Eu creio que verei a bondade do SENHOR na terra dos viventes. Espera pelo SENHOR, tem bom ânimo, e fortifique-se o teu coração; espera, pois, pelo SENHOR.” (Sl 27. 13-14); “Nossa alma espera no SENHOR, nosso auxílio e escudo. Nele, o nosso coração se alegra, pois confiamos no seu santo nome. Seja sobre nós, SENHOR, a tua misericórdia, como de ti esperamos.” (Sl 33. 20-22); “Tu me farás ver os caminhos da vida; na tua presença há plenitude de alegria, na tua destra, delícias perpetuamente.” (Sl 16.11).

A felicidade somente pode ser encontrada em Deus. Deus é a fonte da felicidade e quem O conhece encontra a verdadeira felicidade. A razão de viver de toda pessoa deve ser a de glorificar a Deus e de ter prazer n’Ele para sempre.

Nosso desejo é que, no Senhor, você tenha um feliz ano novo!
___________
Texto publicado no boletim da Igreja Presbiteriana de Jundiaí de 28/12/2014.

CategoriaArtigos

© 2017 Igreja Presbiteriana de Jundiaí.Feito por: Loro Comunicação

Siga-nos: