Especial missões

Hoje é domingo missionário em nossa igreja. Temos destacado que o propósito de Deus para as nossas vidas é nos fazer semelhantes ao seu Filho Jesus Cristo, a fim de vivermos para a sua glória. “aos quais Deus quis dar a conhecer qual seja a riqueza da glória deste mistério entre os gentios, isto é, Cristo em vós, a esperança da glória; o qual nós anunciamos, advertindo a todo homem e ensinando a todo homem em toda a sabedoria, a fim de que apresentemos todo homem perfeito em Cristo; para isso é que eu também me afadigo, esforçando-me o mais possível, segundo a sua eficácia que opera eficientemente em mim.” (Cl 1.27-29) “nos predestinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade, para louvor da glória de sua graça, que ele nos concedeu gratuitamente no Amado.” (Ef 1.5-6).

Deus quer que sejamos discípulos e que façamos discípulos de Cristo. “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.” (Mt 28.19). Ao buscarmos ser semelhantes a Cristo, faremos missões, pois:

1) Jesus viveu de forma santa. Como pregaremos as Santas Escrituras e falaremos com autoridade acerca do Deus Santo, se estivermos em pecado? Não poderemos ser proclamadores do Santo Evangelho se não estivermos vivendo o Santo Evangelho e sendo aperfeiçoados no processo da Santificação. Para fazer missões, fazer discípulos, precisamos buscar imitar o caráter santo de Jesus.

2) Jesus viveu de forma humilde e amorosa. Não é possível fazer discípulos de Jesus se somos orgulhosos, egoístas, vaidosos. Quem é orgulhoso não se preocupa com o próximo, mas apenas consigo mesmo. O orgulho faz com que a pessoa queira ser servida ao invés de servir. O orgulho impede o fazer missões, ou faz com que o propósito seja errado, pois o orgulhoso não faz missões para a glória de Deus, mas para aparecer, ser notado e receber algo em troca.

3) Jesus viveu em obediência completa ao Pai. Ao imitar a Jesus, seremos obedientes, e assim cumpriremos a ordem de fazer discípulos de todas as nações (etnias), pregaremos o Evangelho, testemunharemos do Senhor, pois estaremos comprometidos em obedecer a Deus.

4) Jesus exerceu seu ministério com diligência, trabalho e dedicação. Imitar a Jesus é romper com a preguiça, com o comodismo. “E percorria Jesus todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando toda sorte de doenças e enfermidades.” (Mt 9.35). Jesus não somente nos ordenou cumprir as missão, como ele mesmo nos deu exemplo.

Se pretendemos fazer missões, é necessário que Ele viva em nós para vivermos para Ele. “Porque eu, mediante a própria lei, morri para a lei, a fim de viver para Deus. Estou crucificado com Cristo; logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim.” (Gl 1.19-20).

CategoriaArtigos

© 2017 Igreja Presbiteriana de Jundiaí.Feito por: Loro Comunicação

Siga-nos: