O mês de agosto é comemorado na Igreja Presbiteriana do Brasil – IPB – o “Mês das Missões”. Esta data foi instituída em homenagem ao missionário, Rev. Ashbel Green Simonton enviado pela Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos ao Brasil. Ele chegou ao Rio de Janeiro no dia 12 de agosto de 1859, aos 26 anos de idade.

O Rev. Ashbel Green Simonton (1833-1867) nasceu em West Hanover, na Pensilvânia, USA. Simonton estudou no Colégio de Nova Jersey e inicialmente pensou em ser professor ou advogado.

Influenciado por um reavivamento em 1855, fez a sua profissão de fé e, pouco depois, ingressou no Seminário de Princeton. Um sermão pregado por seu professor, o famoso teólogo Charles Hodge, levou-o a considerar o trabalho missionário no estrangeiro. Três anos depois, candidatou-se perante a Junta de Missões da Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos, citando o Brasil como campo de sua preferência. Já no Brasil, em abril de 1860, Simonton dirigiu o seu primeiro culto em português.

Em janeiro de 1862, recebeu os primeiros conversos, sendo fundada a Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro. No breve período em que viveu no Brasil, Simonton, auxiliado por alguns colegas, fundou o primeiro periódico evangélico do país (Imprensa Evangélica, 1864), criou o Presbitério do Rio de Janeiro (1865) e organizou um seminário (1867). O Rev. Ashbel Simonton morreu vitima da febre amarela aos 34 anos.

Aqui A Igreja Presbiteriana do Brasil – IPB cresceu, se fortaleceu e se espalhou por todo o território nacional. Hoje a IPB conta com oito Seminários, Institutos Bíblicos, Colégios, mais de 3.000 igrejas e muitas congregações. A JME – Junta de Missões Estrangeiras foi organizada nos primórdios da IPB que, em parceria com a Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos, enviou missionários brasileiros para Portugal, Venezuela, Chile e outros paises.

Desde 1968, o Rev. Odayr Olivetti, que foi missionário no Chile, durante sua gestão de Secretário Executivo da JME, entendeu que a IPB poderia realizar a obra missionária sem parceria. O Paraguai foi escolhido como primeiro pais estrangeiro para o inicio do trabalho missionário transcultural. Ele e uma comitiva visitaram a cidade de Concepción, a 200 km da fronteira com Mato Grosso. No ano de 1970 foi enviado o primeiro missionário, Rev. Evandro Luis da Silva juntamente com sua esposa Lourdes e sua primeira filha Carlota, sustentado integralmente pela JME/IPB.

No ano 2000 a JME passou a ser uma autarquia da IPB e passou a chamar-se APMT – Agência Presbiteriana de Missões Transculturais, considerando o crescimento e a extensão da Obra Missionária da IPB em contextos transculturais. A APMT atua hoje em 30 países e conta com mais de 130 missionários desenvolvendo seus ministérios no Brasil e no mundo.

Fonte: (Emma Castro – APMT)

CategoryArtigos, Pastoral
Escreve um comentário

*

Your email address will not be published.