Sergio Lima é pastor na Igreja Presbiteriana de Santo Amaro
Pastor da IP Santo Amaro

No próximo mês teremos a V Conferência Missionária da IPJ. Os preletores serão: Rev. Sérgio Lima, Rev. Carlos E. Aranha Neto e o Rev. Dr. Chun Kwang. O ministério de comunicação da IPJ entrou em contato com o Rev. Sérgio Lima para um bate-papo e gentilmente nos atendeu.

Rev. Serio Lima é Bacharel em Teologia (JMC). Mestre em Teologia Pastoral (CPAJ). Pastoreou as igrejas presbiterianas: IP. Cristo Rei (Guarapuava/PR), IP. Central de Guarapuava/PR, e IP. Metropolitana (Porto Alegre/RS). Presidiu os concílios: Presbitério do Iguaçu (PRIG) e Presbitério do Rio Grande do Sul (PRGS), Sínodo Meridional (SMD) e Sínodo Sul do Brasil (SSB). Foi membro da Coordenação dos Projetos especiais de Plantação de Igrejas no Sul do Brasil. Atualmente e pastor na IP Santo Amaro, professor no seminário JMC, no Instituto Reformado de São Paulo e na FITRef, uma faculdade internacional de Teologia Reformada. Acompanhe agora um pouco sobre a vida desse servo de Deus.

MC – Fale um pouco sobre a sua conversão.
SL – Aconteceu em 1996. Fui recebido na IPB e alguns anos depois vim à São Paulo fazer seminário.

MC – Como foi o inicio do seu ministério?
SL – Foi ótimo. Concluí o bacharelado em Teologia 2001, casei com Patrícia e fui morar no Paraná, onde nasceram nossos filhos (Maria Eduarda é Serginho). Pastoreei três igrejas no Sul. A Ipcristorei e a Ipcentral de Guarapuava (PR) e a ipmetropolitana de Porto Alegre (RS). Durante este tempo fui presidente de dois presbitérios (PRIG e PRGS) e dois sínodos (Meridional e Sul do Brasil). E contribuí na coordenação de um projeto de plantação de igrejas no Rio Grande do Sul.

MC – Rev. como é pastorear uma igreja?
SL – É um privilégio. É servir ao Senhor e ao seu povo.

MC – Quais são as dificuldades de ser um pastor?
SL – Sempre haverá muitas dificuldades. Mas as dificuldades não devem ser muros intransponíveis e sim testes para a evidência da virtude, para a Glória de Deus.

MC – O Sr. é professor no Instituto Reformado de São Paulo e pastor na Igreja Presbiteriana de Santo Amaro, como conciliar isso?
SL – Sim. Também sou professor no seminário JMC e na FITRef, uma faculdade internacional de Teologia Reformada. Penso que isso é conciliado com uma boa medida de amor pela causa maior que é o ensino, a proclamação e o cuidado às pessoas. Agradecendo constantemente pela provisão e preservação do Senhor.

MC – Quais dicas o senhor dá para os irmãos seminaristas que estão se dedicando ao pastorado?
SL – Que leiam as Escrituras e orem todos os dias. Que amem a Igreja de Cristo com amor consumado. Que cuidem da sua família. Que tenham a Glória do Senhor como objetivo.

MC – Pastor, no próximo mês, teremos a V Conferência Missionária da IPJ. O que o Sr. pode adiantar sobre o sermão?
SL – Falarei sobre a Glória de Deus como Graça nas nossas vidas missionais.

MC – Rev, caso tenha algo para acrescentar poderá fazê-lo neste momento.
SL – Reforço aqui o convite. Invista na sua vida cristã. Participe conosco da quinta conferência missionária da Igreja Presbiteriana de Jundiaí! Afetuoso abraço a todos.

© 2017 Igreja Presbiteriana de Jundiaí.Feito por: Loro Comunicação

Siga-nos: